Executando verificação de segurança...
27

O profissional de tecnologia e o descanso!

Você provavelmente deve estar com um nível alto de cansaço!

Eu também estou.

E muitas vezes a gente segue cansado e continuamos avançando exaustos.

A gente até acostuma com o cansaço crônico e esquecemos o que é estarmos em dia com ele.

Negligenciar o cansaço deveria ser uma exceção muito particular da nossa vida, somente diante situações extraordinárias, e não praticamente uma regra.

E da onde vem isso?

Das preocupações com as contas e boletos;

Do sustento;

Da cobrança dos outros e das nossas próprias;

De ver layoff rolando solto e se imaginar passando por um;

De ter de estudar toda nova tecnologia, hype e novidade do momento.

Dentre outros muitos motivos. Mas a grande questão é que nosso corpo, diferente das máquinas, que a gente está acostumado a lidar diariamente, não é como elas, e pra a gente performar bem, precisamos respeitar certos limites, pra então conseguirmos, de fato, ter uma boa performance e bons resultados.

Cada um sabe da sua luta e possui suas circunstâncias específicas de vida, mas dentro das suas possibilidades, descanse, tenha hobbies, faça o que te dá prazer, e acima de tudo:

Esteja presente naquele momento, de corpo, alma, mente e espírito.

Muitas vezes a gente até tenta descansar, mas só estamos fisicamente ali, enquanto a mente tá a milhão, pensando nisso, naquilo, no trabalho, no que precisa fazer, e por ai vai…

Em Julho de 2019, eu e minha esposa finalizamos o expediente mais cedo em uma sexta-feira e fomos para uma pousada em Águas de Lindóia, celebrar o segundo ano de casamento.

Chegando lá, baita lugar lindo, fim de tarde com um pôr do sol bem bonito, um café com bolo de vó, biscoitos de nata, de leite, queijos, goiabada, e tudo que eu mais adoro pra comer em um café da tarde sendo servido, e a gente ainda não estava ali, só de corpo.

Lembro que comemos algumas coisas e fomos pro quarto. Eu tinha algumas coisas pra fazer referente ao trabalho, mas que poderiam ser feitas na segunda-feira.

Só que então, quando me dei por conta, me peguei sentado na cama da pousada respondendo e-mail no celular, freneticamente.

Olho para o lado e vejo minhas esposa com o notebook aberto, fazendo o mesmo.

Ali deu um estalo em nós, e falamos:

Caramba, a gente tá num lugar lindo, já finalizamos nosso expediente horas atrás, e estamos trabalhando aqui, a essa hora.

Foi então que a gente foi pra piscina aquecida, demos um mergulho, e ai sim, foi como se a gente tivesse dado um “reset” no cérebro, ou “apagado o cache” do navegador.

Foi, literalmente um divisor de águas, esse mergulho. Tu-dum-tss.

E então conseguimos curtir o fim de semana, e enfim descansamos, construímos boas memórias e lembramos desse momento com muito carinho.

Dentro das suas possibilidades; viaje, tenha um hobbie, tenha atividades que te permitam ter prazer, descanso e recarga de energias.

Escrevo isso em Setembro, mês que a gente fala muito sobre saúde mental, e o descanso anda de mãos dadas com nossa mente, precisamos e devemos dar a devida atenção a isso.

Haverão momentos em que talvez seja necessário certos sacrifícios, haverão momentos de intensidade e dar um “gás a mais” seja no trabalho, estudo, criação de filhos, e qualquer outro momento da vida que exija um pouco mais de nós.

Tudo isso tem seu lugar e seu momento, assim como o descanso tem, então dê duro quando for necessário, mas não esqueça que descansar precisa ter também o seu lugar.

Eu assisto séries, leio livros, e tenho aprendido a tocar trompete, o que tem sido muito bom, inclusive eu compartilho um pouco desses momentos no nosso Instagram, você já segue a gente lá? É uma boa forma de conhecer mais sobre nosso projeto, bastidores, e a vida de quem tá tocando isso: eu! haha

Quais são seus hobbies? O que tem feito no tempo livre? Como você descansa? Compartilhe conosco!


Obrigado pela leitura até o final!

Esse conteúdo faz parte da newsletter do projeto ViUmaVaga!

Toda semana enviamos na sua caixa de entrada conteúdo sobre tecnologia, carreira, mercado, além de VAGAS, links interessantes e até uma sugestão musical!

Trabalhamos duro para que nossa newsletter seja uma de suas preferidas!

Assine aqui!

6

Parabéns pelo post necessário!

Como entrei 'tarde' na área, tenho 35 anos e apenas 2 de xp em desenvolvimento, todo momento livre que eu tinha, tava vendo algum vídeo técnico, lendo algum artigo desesperadamente tentando recuperar o 'tempo perdido', mas tenho conseguido dosar mais isso e ir com calma.

Durante a semana, eu tento manter esse ritmo de consumo de algo mais técnico e menos entretenimento, mas no final de semana procuro me concentrar mais na família, videogame, anime, heavy metal, etc.

É essencial saber equilibrar isso, porque a sociedade te força a ser super produtivo, 'trabalhar enquanto os outros dormem' e se levado às últimas consequências vai dar BO...

Lógico que o outro extremo não é recomendado, ficar acomodado demais vai causar problemas na sua carreira, pois como dizem por aqui: 'jacaré que dorme vira bolsa!'.

5

Eu também estou mais ou menos nessa. Tenho 3 anos de experiência, e tambem tenho 35 anos.
O resultado de não descansar :
ansiedade e alguns outros problemas psicológicos que me custaram 120 reais por semana durante quase 6 meses de terapia intensa.
A melhor coisa que fiz além de procurar ajuda foi fazer um checklist de coisas que tenho que fazer diariamente e semanalmente, e em conjunto, fazer um diário.
Quando você põe na ponta do lápis, você percebe que grande parte de não descansar, se resume a um monte de coisas desconexas que no fim, não te ajudam em nada...
Uma rotina escrita e o diário me ajudaram a ser mais intencional e e relaxado com minha vida

1

A ansiedade bate mesmo, meu caro, faz parte, mas precisamos não nos deixar ser consumidos por ela, e usar de outros meios para combatê-la: exercicios, hobbies, não alimentar pensamentos ansiosos e etc...

E gostei da ideia do diario! Vou por em prática por aqui tb! Valeu!

1