Executando verificação de segurança...
3

Mas quem define o que é um conteúdo de qualidade?

Por exemplo - só pra sair do "educacional" - um influencer fitness que sugere dietas malucas que até fazem a pessoa emagrecer, mas de uma forma que detona a saúde, é o que?

Vai ter fãs dizendo que é bom porque "funciona" (perde peso), mesmo que hajam evidências científicas de que faz mal. Ou seja, pra um grupo pode ter qualidade, pra outro não (nesse caso específico eu acho irresponsável e em muitos casos até criminoso).


Enfim, entendo o seu ponto de vista, mas acho que vc está sendo muito idealista. Não acredito que todo mundo consegue produzir algo de qualidade, e a Internet está lotada de exemplos que reforçam minha opinião.

2

Pior, naquele momento não tem evidências que faz mal, só depois elas virão. Porque a ciência é lenta, a "influenciação" não é. É a distribuição de fake news que eu sempre falo que todo mundo comete, até eu, mas que é preciso cuidado, e não pode ser de propósito.

A gente está vendo demais gente salafrária se dando bem e isso por si só ensina algo bem ruim para todos. O ídolos estão passando a ser quem é o bandido. E geralmente essas pessoas mal intencioadas ganha bem para ter advogado orientado até onde pode ir para ter escapatório porque a lei é ruim e dá pra triscar a linha sem ser punido.

Claro que o intencional é mais grave que o voluntarista, porém, o segundo tende acontecer bem mais, e e na soma pode causar até mais problema. Obviamente eu aceito melhor esse tipo de influência ruim, mas eu tenho que fazer a crítica, aproveita quem quer. Espero que as pessoas postem seus conteúdos com cuidado e semrpe deixe a porta aberta para críticas e deixando muito clar oque ela não é uma pessoa experiente e seria bom consultar outras fontes, o que não sei se é suficiente, mas já mostra boa vontade da pessoa.